Notícias - Caminhões

Conheça mais sobre os caminhões VW e MAN

Casal viaja o mundo a bordo do Worker 15.210 4x4, da VWCO

25 de Março de 2019

Dirigir por estradas de vários países não era uma novidade para o casal de aventureiros Carla Sandim e Rodrigo Coelho, mas em fevereiro 2018 eles decidiram iniciar um projeto mais ambicioso: dar a volta ao mundo, em cinco anos, a bordo de um motorhome. Cientes dos desafios que encontrariam pelas mais diferentes paisagens do globo terrestre, tinham em mente uma certeza: a necessidade de um veículo extremamente robusto e confiável. A escolha foi o modelo Worker 15.210 4x4, da Volkswagen Caminhões e Ônibus. Um ano após o início da aventura, Carla, Rodrigo e o Mamute – apelido do motorhome – já passaram por belas paisagens no continente americano e colecionam histórias.

“Eu precisava de um caminhão que não usasse o Arla, já que circularia muito além das fronteiras do Brasil. Não conhecia o Worker 4x4, mas recebi a recomendação de um amigo, que é do Exército”, relata Rodrigo. Uma vez decidido, o veículo 0 km foi adquirido na concessionária Nasa, em Brasília. Já a casa sobre o caminhão foi erguida em dois meses, com peças de alta qualidade vindas de países como China e os Estados Unidos.

Desde que a aventura começou, o casal guiou o Worker pela América do Sul, percorrendo o sul do Brasil, o centro e o noroeste da Argentina, o norte do Chile, o Peru, o Equador e a Colômbia. O Mamute tem dado conta do recado. “Como o caminhão é projetado para uso militar, é durável, resistente e tem manutenção fácil. Ele é impressionante. Se precisar, consegue rebocar um carro a mais de 4.000 metros de altitude afundado em um rio de gelo”, afirma Rodrigo.

Parece exagerado? Pois o caso é concreto e ocorreu na Cordilheira dos Andes, quando Rodrigo e Carla içaram um veículo de um casal de alpinistas franceses. A temperatura beirava os 10 graus negativos. Quem se aventurou no resgate até então havia falhado. Bem, mas não são todos os viajantes que contam com um veículo como o Worker 4x4. O salvamento foi realizado e, em agradecimento, o casal francês enviou aos brasileiros uma gravura da cena. “Passamos pelo teste com tranquilidade”, fala Rodrigo.

A nova etapa da viagem acontece na América do Norte – a entrevista com Rodrigo foi feita via whatsapp, diretamente de San Cristobal de las Casas, uma cidade de cerca de 200 mil habitantes no Sul do México. Daqui para a frente, o Mamute passará por paisagens como as praias caribenhas e vulcões mexicanos, para depois transitar por dezenas de parques nacionais dos Estados Unidos, do Arizona ao Alaska. Na sequência, o Canadá e sua belíssima natureza.

Se o casal se apaixona pelas paisagens que encontra, as pessoas dos mais diversos países também mostram encantamento pelo motorhome. “Eu não tinha ideia do impacto visual do veículo e estou muito impressionado. Todos querem tirar fotos, nos abordam e pedem informações sobre o caminhão e nossa expedição”, diz Rodrigo.

Para quem não está tão próximo do Mamute, a aventura pode ser acompanhada nas redes sociais: @eravirtualexpedition (Instagram) e Facebook.com/eravirtualexpedition.

Saiba mais sobre o motorhome:

• Capacidade de carga: até 15 toneladas (atualmente, com 10,5t).

• OFF-ROAD: 4x4, bloqueio de diferencial e bons ângulos de saída e entrada.

• DIMENSÕES: apesar de sua robustez e altura, finalizado o motorhome possui 7,5m de comprimento e 3,75m de altura (O módulo da casa tem 5,0m de comprimento, 2,50 de largura e 2,0m de altura).

• Armazena uma moto, duas bicicletas elétricas e um caiaque inflável. • Autossustentável: a casa conta com seis painéis solares de 150w sobre o teto para abastecimento de energia.

Constellation 4x4

Agora na sua versão Euro 5 e com cabine Constellation, o VW 15.190 4x4 conta com motor MAN D08 que dispensa o uso de Arla. O propulsor tem 225 cv de potência e 850 Nm de torque e transmissão manual Eaton. Assim como o Worker 15.210, a versão Euro V foi originalmente desenvolvida para operações militares, mas está disponível também para o mercado civil. Entre os principais atributos estão a robustez, a capacidade de carga e a versatilidade de rodagem em qualquer tipo de terreno. A aptidão para encarar todo tipo de desafio toma forma com o eixo traseiro com bloqueio no diferencial, sistema que pode ser acionado por meio de um botão no painel para auxílio em terrenos de baixa aderência, além de pneus específicos para operações com tração integral.